Incentivos Fiscais

O Estado ao longo dos últimos 25 anos, permite a destinação, por parte das pessoas físicas e jurídicas, de recursos dedutíveis do Imposto de Renda para implementação de projetos sociais, culturais, esportivos ou com foco em saúde e promoção dos direitos da criança, adolescente e do idoso.

Empresas de médio e grande porte vêm utilizando de maneira cada vez mais estratégica os incentivos fiscais. A experiência tem gerado conhecimento e metodologias de trabalho, que favorecem a obtenção de resultados sociais mais qualificados e ampliam a valorização da marca alinhada aos objetivos e às expectativas corporativas.As empresas tributadas via lucro real podem destinar até 9% do seu imposto de renda devido, e as pessoas físicas até 8%.

Assim, utilizar de forma qualificada e estratégica os incentivos fiscais articulados à política de Investimento Social Privado, contribui para diversos resultados: como o fortalecimento da marca, da cultura organizacional, e para o desenvolvimento da comunidade.

Tendo em vista que as pessoas físicas, quando declaram imposto de renda utilizando o formulário completo podem destinar até 8% do imposto de renda devido, para projetos incentivados de direitos da criança, adolescente, idoso, cultura, saúde e esporte, muitas empresas ao selecionar os projetos desejam destinar o Imposto de Renda da própria empresa. Sendo assim, convidam funcionários, clientes e fornecedores para se integrar nas ações e somar esforços, tendo em vista, que o imposto de renda é devido e não há custos adicionais ao destiná-lo para os proponentes.


Leis Trabalhadas na YABÁ:

A YABÁ trabalha com todas as Leis de Incentivo Fiscal e além de identificar proponentes alinhados com as estratégias de negócio das empresas. Também disponibiliza uma Plataforma Digital para captação de recursos via Leis de Incentivo Fiscal junto às pessoas físicas e jurídicas:

  • Lei de Incentivo à Cultura - Rouanet;
  • Lei de Incentivo ao Esporte;
  • Lei de Incentivo à Saúde - PRONAS e PRONON;
  • FUNCAD e FUNDI.